03/01/2013

Terapias Expressivas: apresentação

Quando digo a alguém que sou psicóloga há sempre uma de duas reacções: ou ficam incrédulos ou com pena.

Por um lado, não querem acreditar: "Como é que te foste meter nisso, Raquel?"

Pois bem, acreditem. Adoro o que faço e continuo a apaixonar-me todos os dias por temas relacionados com a Psicologia, sejam mais actuais ou até aqueles incluídos nos "calhamaços" que tinha de estudar na faculdade. 

Por outro lado, têm pena de mim. Talvez porque "a vida não está fácil" e a minha área ainda está pior. Neste aspecto, tenho a plena consciência que as oportunidades são muito mais limitadas numa altura como esta, mas também confio que só continuando a lutar é que os sonhos podem ser alcançados.

Tendo isto em mente e tentando manter a criatividade como uma amiga muito próxima, dediquei os meus estudos às terapias expressivas, onde se evidencia o potencial da arte, da música, da dança e do teatro enquanto veículos de expressão pessoal, promoção de bem-estar e elementos facilitadores da expressão de afectos e descarga de tensões.

Assim, neste espaço irei dar opiniões sobre temas relacionados com a Psicologia e as Terapias Expressivas, como livros e temas lidos, discutidos e outros apontamentos que desenvolvi ao longo de formações ou congressos. É importante referir que este lugar revela apenas a minha opinião e que estou sempre aberta a dúvidas, questões e críticas. Tem também um carácter de agenda, já que irei dar-vos a conhecer alguns cursos ou workshops que darei ou que ache interessantes.

Sem comentários:

Enviar um comentário