10/03/2013

A Música: Amélie e Yann Tiersen

(Yann Tiersen © FanArt.Tv)

A poucos dias duma viagem até Paris, dedico-me a causas possíveis e felizes.

"Le Fabuleux Destin d'Amélie Poulain" é o filme de 2001 que dá mote a este assunto. É uma daquelas histórias de encher o coração de quem ama, uma comédia romântica carregada do simbolismo da cidade do amor, das luzes, das narrativas coloridas e representantes da vida contemporânea de Paris, em Montmartre. Ainda assim, consegue fazer-nos viajar no tempo e entrar na pele de Amélie, a sonhadora sentimental que reside dentro de nós e tão bem interpretada por Audrey Tautou, visitar a nossa infância e sorrir com lembranças. Por conseguir descrever a grande cidade na perfeição e assentar no filme como uma luva, a música é desenhada por Yann Tiersen.

Nascido em França, é um músico carregado de emoções. Não se limita à composição de bandas sonoras; na verdade, não gosta de se restringir e a sua sonoridade demarca esta diferença. Nas suas canções, utiliza instrumentos como o piano, guitarra e o violino, mas também a melódica, o xilofone, o cravo, o acordeão e a máquina de escrever, que tanto definem o seu timbre carregado.

Mais do que isto tudo, sinto que Yann Tiersen é um contador de histórias através de harmonias melancólicas e inundadas de impressões sensíveis. Mesmo sem vozes e com um carácter predominantemente instrumental, é quase possível abraçar a comoção com que descreve as situações. Para alguns, talvez seja um ícone das músicas tristes; para a generalidade, é o perfil perfeito do romance.

("Le Fabuleux Destin d'Amélie Poulain" © MBTI in Fiction)

De uma ou outra forma, sempre que penso em Paris, logo me recorre este carinho que ganhei pela sua música simples, o filme da Amélie e uma prova da imaginação aliada ao amor.

P.S. Ouçam a banda sonora do filme Amélie, na íntegra, aqui. Não se esqueçam de procurar e conhecer também o restante trabalho deste senhor, como a música "Summer 78" (aqui) e as vozes complementares em "Monuments" (aqui).

Sem comentários:

Enviar um comentário