19/04/2013

Curiosidades: a Cerveja e o Cérebro

Alguma vez se perguntaram porque continuaram a beber cerveja depois de experimentar a primeira vez? Lembro-me que o meu primeiro gole de cerveja foi horrível: tinha um gosto amargo e simplesmente não gostei. Um novo estudo no âmbito da neuropsicofarmacologia revela que existem químicos na cerveja que accionam o sistema de recompensas no cérebro, como se fosse uma traição para o próprio corpo; a cerveja fica nas nossas cabeças ainda antes do álcool fazer efeito. Posto isto, para certas pessoas o simples cheiro da cerveja já liberta a dopamina, ou o sistema de prazer, e isso pode ser viável até para situações mais críticas e prejudiciais à saúde, onde o ciclo vicioso pode ser doentio e muito difícil de quebrar, como o abuso do álcool, drogas ou comportamentos de risco. Ainda assim, a maior parte das pessoas consegue estabelecer uma relação muito simples e apenas apreciar, seja a cerveja como qualquer bebida alcoólica, duma forma informal, sociável e descomplicada.

Sem comentários:

Enviar um comentário