04/07/2013

Terapias Expressivas: Companhias Medicinais


Já diz o ditado: "O cão é o melhor amigo do Homem". De facto, desde tempos remotos que os animais servem como a nossa companhia mais sincera, mas também como uma terapia eficaz.

Tomar conta dos cuidados básicos dum animal ajuda a estimular a autonomia e a responsabilidade das crianças, mas essas não são as únicas comprovações esclarecedoras. A convivência com os animais estimula a inteligência emocional das crianças, fazendo com que elas possam lidar melhor com os sentimentos de frustração, alegria, tristeza e até morte, e prepara para as relações futuras, assim como a compreensão, gestão e aceitação das emoções dos outros e de si mesmo, promovendo o vínculo afectivo.

Por outro lado, eles contribuem para o nosso desenvolvimento, já que a interacção com eles implica a perda do poder total que se verifica com os objectos inanimados, promovendo uma forma de estimulação, visto que os animais reagem e provocam reacções. A criança com animais é menos ansiosa, mais afectiva, generosa e solidária, tendo uma auto-estima mais elevada. Desta forma, é também mais sociável, observadora, crítica e sensível com as situações e as pessoas, compreendendo melhor os acontecimentos e preocupando-se mais com problemas sociais e da natureza.

Para os adultos, o contacto permanente com uma destas companhias medicinais afasta o sofrimento, diminui a tristeza e o medo, tendo um verdadeiro efeito reparador e renovador. Além disso, pode reduzir o sentimento de solidão e isolamento, fazendo com que os sorrisos sejam mais frequentes e favorecendo a comunicação entre membros da família.

Existem ainda algumas evidências elucidativas no tratamento de algumas doenças. Depois do convívio com animais, verificaram-se benefícios significativos na comunicação de crianças autistas, assim como uma promoção da estabilidade emocional. A Hipoterapia (ou terapia com cavalos) é também amplamente usada em muitos países e culturas, havendo transparência quanto aos proveitos na intervenção com deficiências psicomotoras ou em indivíduos com Trissomia 21. Realmente, são muitas as certezas a este nível, e os animais são usados no tratamento de deficiências sensoriais, de coordenação motora, atrofias musculares, paralisia cerebral e distúrbios comportamentais, entre outros.

Posto isto, os animais são uma fonte importante de apoio social e emocional. São os nossos melhores amigos, fiéis confidentes e ouvintes carinhosos, transmitindo um amor único na sinceridade e simplicidade, um amor incondicional.

P.S. Obrigada à minha bonequinha Badu pelas fotos tão deliciosas, mas também aos meus pais, que sempre me educaram de forma humanitária, recorrendo à ajuda de companhias medicinais.

P.P.S. Amantes de gatos, isto também é para vocês :)

Sem comentários:

Enviar um comentário