11/11/2013

A Música: Black Gold


(Esperanza Spalding © Rock Chicago)

Confesso, tenho andado com preguiça.

Não deixei de ouvir música, mas simplesmente não me apetece falar muito dela. Não quero ensinar ninguém a ouvir seja o que for, porque acho que a música deve ser o mais natural possível. Devemos ouvir o que queremos e quando queremos, mesmo que isso seja interpretado negativamente pelos outros, pela sociedade em que vivemos. E sou muito promíscua musicalmente, já que, apesar de ter um ouvido fácil para os clássicos de soul, funk e disco, gosto de tudo.

Por outro lado, sinto que aprendo imenso pelas influências musicais que tenho vindo a adquirir de diferentes pessoas. Vou conhecendo outras coisas, vou assimilando diferentes realidades e vou-me apercebendo daquilo que mais gosto. É isso que mais aprecio, a vontade de mostrar aquilo que vou ouvindo e o que isso me transmite. 




A Música surgiu neste blog como uma maneira de me mostrar duma forma mais pessoal, os meus projectos e aquilo que gostava, contrastando com a vertente mais profissional das Terapias Expressivas e mais social dos meus amigos. Sei que, ao mostrar quem conheço, também mostro um pouco de mim, e por isso esta relação com o blog tem sido tão harmoniosa. Ainda assim, tenho vindo a sentir que deixava quem me lê por aqui com pouca coisa, com pouca informação sobre mim mesma.

Agora que decidi abarcar "O melhor do dia", quero mostrar, acima de tudo, honestidade, incluindo a musical. Então, duma forma totalmente liberal (com ou sem explicações incluídas), decidi ir mostrando o que ouço, para vos ir inspirando os dias. :)

P.S. Não há nada mais sexy do que uma mulher a tocar baixo, ou ainda melhor, contrabaixo. Esta é a Esperanza Spalding e é uma enorme inspiração para a semana!

Sem comentários:

Enviar um comentário