25/11/2013

Ok Go


Há alguma banda de energia inesgotável e que vos faça dançar até parar?
Para mim sim, e ainda são umas quantas. Hoje, o assunto é apenas uma delas: Ok Go.

Antes de mais, gostava de sublinhar que eles são incríveis na sua loucura saudável. Em primeiro lugar, fazem-me parecer uma adolescente, aos pulos na sala como se não houvesse amanhã e a rir-me às gargalhadas. É um daqueles episódios em que deixamos as chatices de parte e nos pomos a mexer, pura e simplesmente, só para nos libertarmos. E lentamente lá vão os momentos maus, lá voltam os sorrisos, lá fica tudo muito melhor.

Depois, temos os videoclipes, ridículos para uns, demasiado parvos para outros, geniais para a maioria. Eu concordo com a maior parte das pessoas que os observam com cuidado e, num misto de admiração por aquilo que conseguem fazer e ainda prometer, fico estupefacta e maravilhada, principalmente com a paciência (que não tenho e que muito gabo) e com a dedicação com que se empenham nos pormenores. Na minha humilde opinião, conseguem mostrar exactamente aquilo que os vídeos de bandas deviam realçar: uma história daquilo que são visualmente, com princípio, meio e fim.

O vídeo de cima é daquelas músicas que acho absolutamente deliciosas, não só pela música em si, mas também pelos cães que são de derreter qualquer um! Quero um de cada, pode ser? :) 

P.S. Vejam outras músicas e vídeos no canal de Youtube dos senhores, para não perder pitada!

4 comentários: