07/11/2013

Terapias Expressivas: Pessoas Difíceis


Objectos de construção através da educação e da interacção social, todos nós temos personalidades diferentes.

No entanto, há umas pessoas mesmo difíceis, daquelas que são complicadas de lidar. Murray Oxman definiu 10 tipos de personalidades intrincadas e fatigantes:

1. Pessimista
Uso do medo e da depressão no discurso, como se nunca conseguisse nada de bom para a sua vida e nada desse certo. No entanto, quando as coisas não estão bem na vida dos outros, goza momentaneamente de alegria e reconforto.

2. Esponja de energia
É semelhante ao exemplo anterior, mas mais contagiante nos pensamentos negativos. Para além disso, fala de pessoas que não estão presentes, causando um ambiente negativo.

3. Crítico
Gosta de apontar os defeitos duma forma constante, sem se aperceber ou constatar os seus.

4. Juiz
Uma pessoa desta categoria está sempre a julgar os outros, tentando convencer ou impor que os seus gostos ou interesses são os melhores, e que os dos outros não têm qualquer valor.

5. "Vítima"
As lamentações são frequentes, assim como os suspiros pelos problemas da sua vida, como se fosse sempre a pessoa com mais problemas, existindo sempre um pedido implícito de pena de si mesma.

6. Melindroso
É um altruísta disfarçado, na medida em que ajuda para ficar com os créditos, ou ser valorizado pela ajuda.

7. Intimidador
Consegue respeito e admiração através do medo e da intimidação, analisando as reacções e usando-as contra os outros.

8. Introspectivo
Exageradamente tímida, esta pessoa tem pouca ou nenhuma comunicação com o exterior, sendo impossível chegar até ela.

9. "Fábrica de desculpas"
Tem sempre uma resposta ou desculpa para tudo sempre que erra.

10. Desagradável
É o típico "falso frontal", que gosta de chocar com aquilo que diz, quer ser especial e que os outros o vejam dessa forma. Assim, canaliza agressividade, dramatizando ou sendo desagradável, apenas para conseguir ser o centro das atenções.

Existem muitos outros defeitos que não gostamos de ver nas pessoas, e que as torna mais desafiantes ou difíceis de lidar. O maior segredo é respirar fundo as vezes que forem necessárias até nos acalmarmos, ou simplesmente não ter estas pessoas por perto, para não perder a tão saudável paciência!

7 comentários:

  1. bhaaa, há pessoas mesmo horríveis :/ felizmente que (penso eu!!) não me encaixo em nenhuma dessas categorias :)

    ResponderEliminar
  2. Provavelmente o mais salutar seria manter-nos distantes de tantos amargos e desalinhados comportamentos. Contudo, sabemo-lo impossível. Fica a dica de respirar, tanto quanto possível e, quiçá, encontrar um ponto de equilíbrio. Deixemos o desistir para depois :)

    ResponderEliminar
  3. Ju: foge delas! Eu conheço umas quantas destas categorias, inclusive da última. Uma pessoa que felizmente excluí completamente da minha vida!

    Real: Respirar fundo é a minha maior arma contra elas ;)

    ResponderEliminar
  4. Olá Raquel.

    Muito bom! Gosto do toque de humor como trata assuntos sérios. Eu até me considero uma pessoa tolerante aos defeitos dos outros visto que tenho muitos, mas se há tipo que me irrita é o melindroso. Haja mesmo paciência! :)

    ResponderEliminar
  5. Olá Sara!
    Infelizmente e por razões profissionais fui obrigada a conviver durante uns tempos valentes com um "falso frontal" e desde aí que não há nada pior!
    Beijo grande e continue por cá :)

    ResponderEliminar
  6. MEDO!!
    ler isto de manhã é assustador!
    mas tão real....
    :)

    ResponderEliminar