05/12/2013

[o melhor do meu dia] #25 . Natalindo

Ontem foi (finalmente) o dia de fazer a árvore cá em casa.

Desde pequena que sempre tive uma fascinação pelo Natal. A família do lado do meu pai é grande e as festas eram igualmente grandiosas, com nome de espanhóis e jeitos dos italianos. Toda a gente se sentava à mesa durante horas infinitas, a falar com as mãos, a contar piadas e histórias para rir até chorar. No lado da minha mãe era sempre mais calmo, mas o essencial mantinha-se no amor, na partilha e no carinho notório.

Para a grande maioria das pessoas, o Natal fica menos importante a cada ano que passa. São os familiares que já não estão presentes ou os tempos mais distantes, não sei. De qualquer das maneiras, as pessoas têm cada vez menos paciência para estes detalhes.

Para mim não. O Natal continua a ser a época privilegiada da família, tanto daquela que nos é natural, como aquela que escolhemos. É por isso que gosto da tradição de fazer a árvore a ouvir músicas de Natal, de trautear enquanto vou na rua e de abraçar toda a gente durante este mês.

Assim, lanço-vos um repto. Vamos assumir Dezembro como o mês dos abraços? Abracem [pelo menos] uma pessoa por dia, durante este mês. E trocaremos as prendas monetárias e os gastos desnecessários neste Natal por aquilo que é realmente importante! :)

P.S. Ando zangada com o Facebook porque ele não anda a passar as informações que eu escrevo para quem me lê. Alguém anda com o mesmo problema?

4 comentários:

  1. Com o passar do tempo, talvez porque, inevitavelmente, as coisas se alteram, parece que a nossa vontade fica toldada pela nostalgia de tempos idos. Ainda assim, esta é a época festiva por excelência. Em que todos os que nos importam, família ou não, se sentam, com tempo, a conversar, a partilhar memórias e refeições. Por isto, já merece a pena que olhemos para o Natal como uma, senão a mais, simpática e feliz época do ano.
    E, claro, venham abraços. E voltemo-los aos outros :)

    ResponderEliminar
  2. Para mim o Natal continua a ter a mesma importância :) aliás, acho que cada vez gosto mais do Natal, mas há quem não ligue é um facto, mas eu gosto muito :) Gostei da ideia dos abraços, eu abraço todos os dias o meu namorado, vale? hehehe!
    Eu acho que vejo aquilo que postas no fb, acho eu!!

    ResponderEliminar
  3. Eu dou sempre todos os dias um abracinho ao meu pai e a minha mãe e quando estou com amigos é a primeira coisa a fazer também. Não só neste mês mas no ano inteiro!
    Gostei muito do blog!
    Beijinho

    vem conhecer o meu, serás muito bem recebida :)
    http://a-b-beauty.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Obrigada a todos!... e hoje começam os abraços :)

    ResponderEliminar