04/06/2014

Inspirações há muitas #5 . a Sofia Motta

Para esta semana e nas inspirações há muitas, sugiro a continuação do capítulo dos suspiros, com a deambulação pelas paisagens da Sofia.

Quem anda pelo Instagram e mesmo sem fazer este desafio do #desculpashámuitas, já conhece a Sofia de outras paragens. É aquela miúda-mulher que sabe sempre o que mostrar com as imagens que falam, aquela que tem sempre o que dizer, mesmo que diga pouco. As imagens singelas são objectivas e directas ao coração de quem as vê, como se ela fosse capaz de saber exactamente o que desejamos, os nossos pensamentos mais secretos.

(temas: amarelo; um presente; anel; noite; surpresa; quem me inspira)

A Sofia começou connosco logo no mês de Fevereiro, o primeiro, e desde logo captou a nossa atenção, tornando-se rapidamente numa das favoritas. Tem atenção em todos os pormenores que marcam a diferença, pois só sabe demarcar-se assim.

Nasceu no Porto e vive em Gaia, mesmo aqui ao lado. Está há umas meras semanas de acabar a licenciatura de Artes Visuais e Tecnologias Artísticas e, pela primeira vez na vida, sente que não sabe bem o que fazer, agora que quer seguir para o mestrado. Ainda assim, sabe que será nas artes que gosta e pratica, na sua fundamental maneira de comunicar.

(temas: sinal; pai; doce; algo a começar com M; algodão; vermelho)

(temas: rotina; flor; início; agradecimento; amêndoa; 18h)

Sempre gostou de fotografia e teve a sua primeira câmera digital aos 10/12 anos, em que captava tudo e todos os que via. Aos 16 anos, recebeu a sua primeira reflex pelos pais e com o tempo foi aperfeiçoando a sua "queda natural", com o tempo que usou como experiência, pois tudo o que faz a este nível aprendeu sozinha. Hoje, tempos passados a apurar e consolidar aquilo que faz na fotografia, capta os seus momentos sobretudo de forma analógica, com a máquina que era da sua mãe, uma ricoh, assim como outras que vai comprando para juntar à sua colecção.

(temas: palavra; leve; amigo; sítio; luz/sombra; branco)

Tem sempre uma pitada feminina para se demonstrar, com as flores que gosta como papel principal nas suas fotografias. Mesmo não se tratando das nossas desculpas para fotografar, é aqui que centra as suas atenções e é nisso que revela a sua simplicidade, o seu gosto aprimorado pela beleza e pelo romantismo que a define. Aliás, é exactamente uma Beauty Seeker que se define, na procura constante pela beleza.


(temas: cheiro (I); cheiro (II); hobby; casa; sair; sofá)

(temas: saudades; bigode; palma; sorriso; azul; -sem título desculpas-)

Adoro contadores de histórias. É assim que vejo a Sofia, como uma contadora de histórias através daquilo que mostra nas suas fotografias. E é uma das minhas favoritas, sem dúvida nenhuma.

P.S. Foi muito difícil escolher as fotos da Sofia, de tão bonitas que todas são. Vejam por vocês mesmos ali pelo Instagram e visitem também o blog onde ela mostra mais um pouco dela mesma, assim como a página que ela tem no facebook.

4 comentários:

  1. Muito, muiiiito obrigada Raquel por este pedacinho de amor que me preencheu o coração! Como já disse, foi das coisas mais bonitas que já disseram sobre mim, e de forma tão bela ♥ Ainda não consegui parar de sorrir, obrigada do fundo do coração! ♥
    Espero um dia ter a oportunidade de me cruxar contigo pelas ruas do Porto, e poder agradecer-te pessoalmente. Beijiiinhos*

    ResponderEliminar
  2. Um autêntico Instagram de princesinha! :') Que delícia! *

    ResponderEliminar
  3. também gosto imenso da sensibilidade da Sofia. :)

    ResponderEliminar