25/09/2014

Gostas de mim assim? pt.II

Há uns tempos valentes cedi à proposta dos meninos do We Blog You para dizer alguns factos sobre mim, alguns que não diria facilmente se não me perguntassem. Hoje é a vez da Joana do O que vem à rede é peixe, que me desafiou a responder a 10 perguntas sobre mim.


Desse lado já sabem que, mesmo que sejam as questões mais directas e simples, não consigo replicar sem incluir algum detalhe da minha vida, por isso desculpem-me já a falta de síntese. Aqui vai!

1. O que sai sempre contigo de casa?

Podia dizer que era o telemóvel, mas a verdade é que sou muito esquecida (às vezes esqueço-me de propósito) e nem sempre o levo comigo. A minha última grande compra foi uma mochila pela qual andava a suspirar há meses, pois ando sempre com meio mundo às costas e preciso que seja algo que me acompanhe permanentemente. No meio de tudo o que levo, das máquinas fotográficas (às vezes é uma analógica e a digital), dos batons e dos apontamentos, o que vai sempre comigo é mesmo um caderno e uma caneta.

(fotografia do Fred)

2. Qual é o teu animal favorito?

No outro desafio já havia dito que, antes de ter a minha Badu, gostava muito de gatos. Não é mentira, adoro gatos, mas a minha patuda enche-me o coração, pois passo o dia todo com ela e aqueles olhos são capazes de curar qualquer maleita, de abarrotar qualquer alma de suspiros mil. Além dela, há toda uma paixão por animais, pelas narrativas que carregam, por aquilo que sabem dizer sem palavras. Há, no entanto, um animal que me diz muito, que me conta histórias de viagens e que tem o olhar mais doce que existe, pelo menos para mim: o elefante. É uma tatuagem absolutamente prometida, já está desenhada e é para breve.


3. Qual é o teu sapato preferido?

Sou amante de sapatos e, por isso, tenho carradas deles, como qualquer mulher com uma panca do género. Nos últimos anos tenho tentado reduzir o número, até porque não há carteira que aguente, mas há uns que comprei na minha viagem a Inglaterra que dizem tudo sobre mim. São uns Doc Martens amarelos e hão-de fazer a companhia dos meus pés por muito tempo.


4. Produto de maquilhagem indispensável?

Já falei neles lá em cima na primeira pergunta, mas repito quantas vezes forem necessárias: é o baton. Se tiver de escolher uma cor, será o vermelho, claro. Tenho alguns, com cores distintas e até tenho 2 da mesma cor, marca e modelo, pois são os meus favoritos e não sei o que vou fazer quando acabarem. [e para quem quer mesmo saber, é um baton de longa duração da Rimmel e da colecção da Kate Moss, o melhor vermelho matte que já vi, pois não seca os lábios, a cor é bonita, cheira mesmo bem e é maravilhoso. vende-se aqui e é o 111. ninguém me paga para publicidade, mas eu não me importo de partilhar segredos.]

5. Qual é o teu maior sonho?

É engraçado como os sonhos vão mudando conforme o tempo passa. Há uns anos, queria mesmo escrever um livro e lançá-lo para o Mundo. Aconteceu. Tenho também um sonho de ter uma casa nos campos ingleses e isolar-me até lá para escrever outro livro, mas tinha de levar a minha Badu, que sei que seria muito feliz a correr naquele verde a perder de vista. E, claro, fotografar e escrever sobre o Mundo todo. Talvez tenha mais fome do que barriga, mas não consigo deixar de sonhar.

6. Qual é o teu maior defeito?

Sou tremendamente preguiçosa. Demoro eternidades a fazer algo e só executo quando tem mesmo de ser, à pressão. Sou péssima sem tempos e tenho de ter timings para tudo, senão não faço nada. Ando a tentar combater isso, a tentar sair do sofá e fazer mais coisas que gostava, mas o que me é cómodo é mais fiel, por isso às vezes deixo de arriscar. E isso chateia-me profundamente.

7. O que te irrita nas pessoas?

Esta é muito fácil. Irritam-me pessoas que têm duas caras, que são demasiado simpáticas e depois falam mal de nós, que dizem que são muito frontais e que usam essa liberdade para serem promíscuas com comentários frios e sem noção. No fundo, irrita-me muito a maldade gratuita, pois não a consigo entender. E sim, sei que ela existe.

8. Qual é a tua comida preferida?

Sem pensar muito ou quase nada, adoro sushi.

9. Doce ou salgado?

Por incrível que possa parecer, não gosto muito de doces, salvo raríssimas excepções. Por isso sim, salgados.


10. O que te deixa feliz?

A minha cadela a brincar, a correr num campo verde ou a nadar numa praia. Uma conversa com um amigo de sempre, com confidências à mistura. Ser a amiga dos segredos, ser a maior conselheira. Os risos cúmplices entre amigos, as piadas só nossas e que mais ninguém entende. Ver um amigo que já não via há muito tempo. Dar um abraço prometido. Viajar. Sentir-me em casa num país que nunca estive. Captar um momento perfeito numa fotografia. Uma tarde de domingo no sofá com os meus amores. Um jantar especial com o meu maridão. O olhar e o sorriso do meu Pedro, quando me vê a fazer algo que eu goste. A luz do meu pai, quando me vê a cantar num palco. O brilho de orgulho dos olhos da minha mãe, quando me vê a falar sobre e a assinar o meu primeiro livro. Cantar num palco, fazer música, fotografar, escrever, ver o meu primeiro livro numa estante qualquer. Ser o farol dos meus pais. Sentir que estou no caminho certo.



(fotografia captada pelo Ricardo e editada pelo Fred)

Sim, são muitas coisas, porque eu sou mesmo feliz.

Hoje desafio a Carla, a Ana, a Marta e a Catarina a fazerem o mesmo. :)

P.S. Ontem encontrei alguns amigos dos meus pais que já não via há muito tempo e eles disseram que eu estava muito bonita, que estava diferente. Insistiram muitas vezes nisto, perguntaram-me se era o cabelo (que com a medicação está altamente encaracolado como nunca tive), se eram os óculos, o que mais seria. Do meu lado, eu fiquei a matutar se estaria realmente muito diferente. Entretanto descobri. Sou muito feliz.

9 comentários:

  1. Fotografias maravilhosas com um texto lindo a acompanhar! Gostei muito de te ficar a conhecer mais um pouquinho. (:


    lenaspetals.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Também tenho um destes para fazer sobre mim, tenho que tratar disso ;)

    Adorei saber mais sobre ti, é sempre bom :) e fico feliz por saber que estás feliz, pois isso é mesmo a maior beleza :D *

    ResponderEliminar
  3. ainda bem que não és sintética :) descobri o teu blog há pouco tempo e estou a gostar muito de te ir conhecendo aos bocadinhos :)

    ResponderEliminar
  4. Adorei, Raquel. Dez factos muito interessantes e bonitos acerca de ti. A cereja no topo do bolo está no remate do texto. Ser feliz, basta. <3

    ResponderEliminar
  5. Helena: obrigada! É um prazer dar-me a conhecer :)

    Ju: tanta felicidade junta só pode dar boas coisas :)

    Joana: obrigada por continuares desse lado e espero que continues a gostar!

    Rita: não podia concordar mais. Ser feliz suporta tudo, ser feliz basta. :)

    ResponderEliminar
  6. Que giro! vim aqui e descobri que escolhemos quase as mesmas pessoas para responder ao desafio da Joana!

    ResponderEliminar
  7. Dr Martens amarelinhos <3
    E sim, felicidade = serotonina = bom aspecto!^^

    ResponderEliminar
  8. Gosto, com certeza. Com a convicção do que venho lendo e vendo. Com a liberdade de linguagem, pormenores e imagens. Ressalvo a simpatia de partilhar.
    Mais do que gostar, revejo-me em alguns pormenores. Inclusivamente, agora que te lia, lembrei-me que tenho à minha volta, muita e boa gente que ama elefantes. É um excelente sinal! Um beijo :)

    ResponderEliminar
  9. Minha amiga, já cá canta!

    http://marta-dolcefarniente.blogspot.pt/2014/10/gostas-de-mim-assim.html

    ResponderEliminar