24/10/2014

Pumpkin Love - DIY

(fotografias do We Blog You)

Quem anda neste mundo dos blogs, de certeza que já suspirou pelos projectos DIY (do it yourself - faz tu mesmo) que andam por aí. São lindas e exactamente aquilo que gostaríamos de fazer, mas normalmente são daquelas coisas que achamos que nunca vamos conseguir fazer bem, por muito que até tenhamos jeito (pelo menos para mim).
A primeira confissão que faço é que não tenho jeito nenhum para pinturas ou coisas artísticas a este nível. Gosto muito, admiro imenso quem o faz, mas já há muito tempo que percebi que fico sempre com as mãos num caos e que o resultado não é nada daquilo que pensei, por isso fiz as pazes com essa parte de mim mesma. 

No entanto, há umas semanas, mal soube da minha ocupação com os meninos do We Blog You, pensei que esta seria a altura ideal para arriscar num projecto destes, que envolvesse pinturas feitas em casa e uma dose importante de inspiração. Já tinha visto algumas coisas feitas por eles e sabia que estava no sítio certo para aprender. Logo pensámos também em abóboras, pois era uma das nossas épocas favoritas no ano e tínhamos muita vontade em arriscar em algo deste género, que pudesse ficar bem no workshop do próximo fim-de-semana.

Em primeiro lugar, escolhi aquilo que queria fazer. A ideia era que ficasse muito simples (dado o facto de não ser muito jeitosa com estas coisas) e pensámos num donut, com a parte superior pintada e de baixo a ver-se o laranja bonito da abóbora.

Depois de limpar bem a abóbora com um produto que tirasse a gordura para a tinta aderir, comecei a delinear o traço que iria fazer com uma fita-cola para tintas (que usamos quando andamos a pintar paredes). 

A tinta já tinha sido escolhida previamente, para "casar" com a abóbora da Raquel, por isso segui com a tinta acrílica cor-de-rosa, para pintar a parte de cima da abóbora. Tive de dar duas de mão, para ficar com a consistência que queria.

Mais tarde, depois de secar a parte cor-de-rosa completamente e com a ajuda do Fred, da Raquel e da minha afilhada felina Alice, fiz os apontamentos em branco, amarelo e verde água, em tinta igualmente acrílica.

Este era o discurso que tinha preparado para vocês, principalmente se corresse mal, mas fiz uma coisa tão simples, que acabou por correr bem e até ficar surpresa com os meus resultados. Por isso, se eu consigo, vocês também, mesmo que não tenham muito jeito.

A verdade é que nem tudo correu como nós queríamos, pois a tinta não aderia bem nas abóboras e descolava como uma máscara. Além disso, conforme íamos tirando a fita-cola, a tinta vinha atrás. Ainda assim, como éramos três, só deu para rir até chorar. Outras desgraças foram mote para as nossas gargalhadas e, no final, as mãos estavam carregadas de tinta e nós pouco satisfeitos com o nosso resultado. Só no dia seguinte é que nos apercebemos que estas coisas são mesmo assim, que o objectivo é divertirmo-nos com isto e arriscar! Por isso mesmo, esperem mais projectos destes neste cantinho. 

Agora mostrem-nos vocês essas aventuras na pintura. E, se quiserem ver as abóboras do Fred e da Raquel, passem pelo We Blog You. :)

P.S. Já sabem também que nada se desperdiça cá em casa. Depois do Halloween, esta abóbora vai servir para sopas, assados e até doce para os amigos. 

1 comentário: