04/12/2014

O calendário do beija-flor

Sejam cadernos, canetas, papéis novos e coloridos, desde miúda que sou completamente apaixonada por objectos de papelaria. Na verdade, quando era mesmo pequena e andava na primária, todas as mesadas que recebia (ou semanadas) eram para investir na enorme colecção de borrachas que tinha e que guardava num saco que andava sempre comigo.


Talvez tenha sido por ter crescido no final dos anos 80/início dos 90, em que as miúdas guardavam verdadeiros tesouros em forma de papéis cheirosos (éramos todas um bocado estranhas), mas havia toda uma obsessão com estas matérias, obsessão essa que, sem dúvida, me marcou profundamente. Tanto que, até há uns anos atrás, sempre que tinha um dia menos bom, a minha maneira de o fazer melhorar era se comprasse canetas. Passava horas a escolhê-las, com especial interesse nas cores, na maneira como escreviam, se eram confortáveis de segurar, entre outras coisas.

Ainda hoje, se passo no corredor dos materiais escolares num hipermercado, confesso que tenho de me conter para não andar lá a navegar. Mais do que isso, tenho de me controlar para não comprar nada, mas simplesmente gosto de andar por lá e sou capaz de ficar muito tempo só a ver cada detalhe. É uma panca e sei que sou um bocado estranha, mas podia dar-me para pior.

Uma das coisas que mais gosto destes pormenores são as agendas, o lugar onde tenciono descrever todos os meus dias e que, mais tarde ou mais cedo, deixam de funcionar para a minha memória. Se soubessem a quantidade de agendas que comprei para, no máximo, um mês depois me esquecer delas... Tinham a certeza de que tenho um problema. Mas não me importo e continuo a tentar usá-las. E continuam a ser dos meus objectos favoritos de papelaria.


Mais recentemente, quando soube que a menina do beija-flor ia fazer um calendário, logo pensei que era a minha oportunidade para, não só ter algo bonito em casa, como também me organizar melhor com os meus dias, esquecer as agendas e começar a usar um calendário como deve ser. E, mal o tive ontem, percebi que tinha de escrever um pouco sobre ele.

Para quem não conhece, o beija-flor é uma marca portuguesa de coisas bonitas e feitas à mão, com cadernos de fazer as delícias de pessoas como eu, completamente fascinadas por estas coisas. Além dos cadernos, a querida Su, a pessoa que está por detrás do beija-flor (e de quem falei aqui), trabalha também com papel, cor, impressões, carimbos e tipografia, numa predilecção especial por azulejos e aqueles detalhes tipicamente portugueses, criando coisas tão bonitas que é impossível não falar delas por aqui.


Para este calendário, a Su decidiu utilizar um dos seus desenhos de azulejos para cada um dos meses que do ano. Para o segurar, utilizou uma peça de madeira, completamente manobrada por ela à mão (como aliás, tudo aquilo que faz). Para finalizar cada mês, posso destacar o azulejo que vem por cima e emoldurar cá para casa, num pormenor que faz a diferença para todos os outros calendários que andam por aí. A verdade é que, por gostar tanto dos azulejos que ela utiliza nas capas dos seus cadernos, tinha vontade de fazer exactamente isso. Não é um bocadinho perfeito?

Não vos falo disto só porque a Su é minha amiga, mas tenho a sensação permanente que comprei o calendário mais bonito para 2015. Dizem que, para fazermos coisas bonitas, temos de nos rodear de coisas bonitas. Pois bem, 2015 ainda não começou e eu já tenho a certeza que vai ser maravilhoso.

Visitem o beija-flor pelo facebook, pelo blog (e o post sobre o calendário) e inspirem-se também com o instagram.

2 comentários:

  1. Trabalho absolutamente maravilhoso!!!

    ResponderEliminar
  2. Que agenda mais linda! Sou completamente doida por ajulejos, a ultima vez que estive no porto tirei zilioes de fotos... dos ajulejos! E ja agora Raquel, nao es a unica estranha das folhinhas de cheiro no mundo, eu tb tinha uma colecao enorme e gostava especialmente de trocar com as minhas colegas e amigas. Ainda hoje tenho a panca da papelaria! Adorava qd um novo ano lectivo iniciava pois assim poderia comprar novos materiais escolares :) o meu sonho e ir a coreia e japao so mesmo para comprar toneladas de blocos com bonecos e outros designs fofos. Segurem-nos!!

    ResponderEliminar