26/01/2015

Em casa de amigo, serás sempre bem recebido #5 . Jennifer Emerling

(todas as fotografias © Jennifer Emerling)

Quem me conhece, sabe que eu passo meses a sonhar com viagens. É a minha maneira de antecipar os meses, pois passo os dias a suspirar com as coisas que quero fazer, os sítios a visitar, aquilo que vou ver. É a maneira que arranjo para viajar antes do tempo.

Como já disse por aqui, cá em casa fazemos planos para as férias quando chegamos das últimas férias. Todos os anos fazemos poupanças desenfreadas (não que o dinheiro seja muito, mas fazemos questão de esticar o que temos) e tentamos perceber onde podemos ir com o dinheiro que angariamos. Como em 2015 fazemos 3 anos de casados e fizemos um pacto que de 3 em 3 anos faríamos uma viagem maior (para fora da Europa), eu sabia que este ano era especial porque podíamos virar a nossa lista de prioridades de viagens que temos colada no frigorífico e ver os países que queríamos visitar longe daqui. Ou seja, este seria o ano que podíamos sonhar mais alto, ainda que apertássemos cordões à bolsa e tivéssemos de fazer muitas contas.


Por isso mesmo, ando há meses a fazer a contagem decrescente para aquilo que se vai passar em Março: San Francisco (ai) e New York (ai), em duas semanas. Antes de chegarmos aqui, havíamos pensado em muitas outras combinações e Buenos Aires continua a ser o nosso destino de eleição. No entanto, ficámos com aquela sensação de amargo na boca, porque sabíamos que, se arranjássemos dinheiro para a viagem até à Argentina, não conseguiríamos ir até à Patagónia, o fim do Mundo que tanto queremos visitar. Desta forma, começámos a ver outras alternativas e, depois de apanharmos uma promoção boa para NY e outra ainda mais espectacular para S. Francisco, a cidade que nos enche as medidas há que tempos, decidimos adiar o nosso sonho argentino para daqui a 3 anos.

Assim, S. Francisco será cumprido e quase que nem consigo acreditar. É daquelas cidades que tenho tão presentes nos meus suspiros que nem consigo explicar por palavras. A vontade de a visitar é imensa e já disse mais do que uma vez que, no dia em que for a S. Francisco, a probabilidade de voltar é mínima. São todas aquelas cores que vivem na minha imaginação, a mistura de culturas, o novo e o antigo, a água mesmo ali perto, a comunidade artística em alta e a música em ascensão.




Por outro lado, NY, a cidade que nunca dorme. Tenho muitos clichés na minha cabeça, mas também sei que tenho de ver a cidade por outros olhos, na sua vertente mais colorida, assim como eu gosto de a imaginar, pelos filmes, séries lendárias e outros que tais. Acima de tudo, quero viver NY, algo que considero ser essencial para gostar duma cidade. Assim, quero ouvir o jazz da esquina, sentir o verde de Central Park, ver os museus que me preenchem a memória cinematográfica, passear pelas ruas cheias de lugares-comuns, subir ao Top of the Rock e dar um beijo romântico ao meu Pedro, ali em cima do Mundo.

Além de todas as expectativas que tenho em relação às duas cidades, há uma que ecoa na minha mente: quero tirar "aquelas" fotografias. Desde que sonho com S. Francisco e NY que tenho imagens na minha cabeça que quero retratar. É isso que me acontece quando visito sítios que gosto tanto e sei perfeitamente aquilo que quero fazer. Assim, uma das coisas que mais faço antes de ir de férias é ver o trabalho de fotógrafos de quem gosto, como é o caso de Jennifer Emerling.

Conheci o seu trabalho através de 30 over 30, um projecto que expõe o trabalho de mulheres fotógrafas que tem menos de 30 anos e que nos faz ver as coisas através dos olhos dessas mesmas mulheres. Quando vi a fotografia de Jennifer Emerling, percebi as imensas particularidades que me fazem gostar tanto daquilo que ela mostra, das cores que usa, da linguagem cuidada e tão certeira, e deu-me vontade de conhecer mais sobre ela.

Prestes a fazer 30 este ano, Jennifer Emerling considera-se uma visual storyteller, ou seja, conta histórias através das suas fotografias, que centra nas suas paixões com a vida de cidade pequena americana. Se já me tinha chamado a atenção pela sua linguagem, com esta afirmação conquistou o meu coração. Tirou o curso de Visual Jornalism e retrata a América que ama na sua visão saturada e algo exagerada, mágica e de outro Mundo. Através de aventuras pelo seu país afora, demonstrou aquilo que vê, as suas cores, os seus caminhos. E fez-me suspirar com ela.




Conheçam, então, o seu site e o seu blog, através dos quais tenho-me inspirado para a minha viagem aos Estados Unidos. E não fiquem muito invejosos de mim, que eu prometo mostrar-vos tudo aquilo com que ando a sonhar, para que viajem também comigo. :)

16 comentários:

  1. :) Não conhecia mas já gosto muito. Os EUA também estão na minha lista (posso riscar muitos outros, mas dos EUA não abro mão e um dia destes vou ter de lá ir). Tenho a ideia (se calhar errada) que noa EUA tudo é mais bonito, o céu é mais azul, o ar é mais leve, o verde é mais verde e imagino-me numa banheira (vulgo, carro) a fazer a Route 66 ao som de uma boa música. :) E New Orleans, oh New Orleans (ai!) e Charleston *sigh*...

    ResponderEliminar
  2. Queria tanto voltar a NY! E S.Francisco também me faz suspirar imenso...Já conheço uma e superou todas as minhas expectativas :)

    Vai, fotografra, come tudo o que te apetecer, ri muito, passeia muito, vê todos os museus, senta-te na relva do Central Park e absorve o centro do mundo ! É inesquecível!

    Um grande beijinho*

    (a route 66 é outro plano cá por casa ♥)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esta viagem já me preenche todos os sonhos. Acho que nunca quis tanto fazer uma viagem como esta! :)

      Um beijo enorme, Joana querida*

      Eliminar
  3. Duas cidades tão diferentes e tão incríveis!
    Que óptima viagem (mas NY com neve e natal ainda é melhor...)!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que vou apanhar bastante neve em NY, mas ir no Natal é mesmo impossível para as finanças. Vou ter de gostar desta vez ;)

      Eliminar
  4. Sao Frascisco e a tua cara Raquel, e super alternativo e livre, prepara a camera e as pernas ;) Ha muito tempo que quero escrever como viajar sao francisco com pouco dinheiro, se o fizer antes de marco deixo te aqui o link, talvez te va ajudar. Nova Iorque sim, sao todos esses cliches e mais alguns, e a cidade que esta sempre em movimento, onde cabe qualquer etnia seja com muito ou pouco dinheiro... Entendo muito bem a tua excitacao!

    Obrigada por partilhares fotos tao lindas e inspiradoras, a Jennifer tem realmente um talento sem fim.

    ResponderEliminar
  5. S.francisco também está na minha lista de desejos. Além de new orleans (pela história da música) é a cidade que me atrai conhecer.
    NY nunca foi paixão nem nunca quis muito lá ir... Mas depois de lá ter ido...só quero voltar.
    A energia de tudo a acontecer...é mágica.

    Viagem maravilhosa a vossa...com certeza tudo vai superar as espectativas. Quero ver fotos depois :)))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Prometo deixar aqui todos os detalhes fotográficos! :)

      Eliminar
  6. Gosto tanto das tuas descrições que me apetece ir convosco, posso?

    ResponderEliminar
  7. A forma como descreves os preparativos, ainda que não retire qualquer valor (e que valor) às viagens, parece-me uma alegria constante. Como entendo.
    S. Francisco é uma vontade de muito tempo. E sorri enquanto te lia porque, por outras palavras, imaginamo-la de um jeito tão parecido. Hei-de lá ir e comprovar. Contudo, fico à espera das tua visão, que vou juntar às tuas expectativas, e tirar, antes de ser eu a fotografar, a melhor parte.
    Até lá, diverte-te com os sonhos e as vontades. Para depois as concretizares e/ou te surpreenderes.
    Um beijo :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Real! Mostrarei tudo em breve, prometo! :)

      Eliminar
  8. Este ano também vou a S.Francisco :)

    ResponderEliminar